Consiga o seu Emprego dos Sonhos
Carreiras com Propósito e Impacto Social

Nesta aula, Marcelo Estraviz explica que o Departamento de Captação de Recursos é essencial para a sustentabilidade financeira de uma organização, focando na diversificação das fontes de financiamento e evitando a dependência de um único financiador. Recomenda iniciar com uma pessoa dedicada e expandir conforme a necessidade, enfatizando que a elaboração técnica de projetos deve ficar com a equipe específica.

Apresentando uma aula resumida sobre a importância e estruturação de um Departamento de Captação de Recursos, Marcelo Estraviz destaca que, ao longo de mais de 50 aulas, abordou temas relacionados a projetos, programas, e fontes de financiamento. Ele explica que o departamento de captação é crucial para garantir a sustentabilidade financeira da organização, pois é responsável por trazer recursos de diversas fontes, evitando a dependência de um único financiador.

Esclarece que a captação de recursos não deve se concentrar na elaboração técnica de projetos, tarefa que deve ser realizada pela equipe técnica da área específica. Em vez disso, o departamento deve focar em diversificar as fontes de financiamento e garantir a cobertura de todos os custos da organização.

Marcelo enfatiza a importância de começar com uma pessoa dedicada exclusivamente à captação de recursos e expandir gradualmente o departamento conforme a necessidade e o aumento de recursos. Ele menciona a importância de contratar estagiários ou profissionais especializados em áreas específicas à medida que o departamento cresce.

Ele conclui destacando que o investimento inicial em um departamento de captação é crucial para garantir a sustentabilidade financeira a longo prazo e recomenda começar com um estagiário se a organização ainda não tiver recursos para contratar um profissional dedicado.

Foto Marcelo Estraviz
Central de Captação de Recursos

Aulas do Estraviz

Aulas de captação de recursos do Marcelo Estraviz, parceiro de conteúdo da Idealist e uma das principais referências brasileiras no assunto.

Acesse mais desse conteúdo e outros na Central Idealista de Captação de Recursos.

Resumão:

Abaixo, segue um resumo da aula, organizado em itens para facilitar a compreensão:

  1. Importância do Departamento: fundamental para garantir a entrada de recursos para toda a organização, não apenas para projetos específicos. Deve focar na diversificação das fontes de financiamento para evitar dependência excessiva de poucos financiadores.
  2. Estratégia de Financiamento: diversificação é crucial: empresas, indivíduos, eventos, convênios com governo, entre outros. Evitar depender de um único grande financiador para garantir a sustentabilidade a longo prazo.
  3. Montagem do Departamento: começar pequeno, com uma pessoa dedicada exclusivamente à captação de recursos. Crescer conforme os recursos aumentam, adicionando mais membros à equipe.
  4. Investimento Inicial: primeiros meses são de investimento; os recursos iniciais podem vir de atividades não carimbadas como rifas ou jantares. O departamento deve se financiar a partir dos próprios recursos captados.
  5. Recomendação: organizações iniciantes podem contratar um estagiário para ajudar a estruturar o departamento. Importância de ter alguém dedicado full time ao departamento para garantir o foco na captação de recursos.
  6. Conclusão: a criação de um Departamento de Captação é essencial e inevitável para a sustentabilidade financeira de uma organização. A estratégia deve ser bem planejada, começando com um investimento inicial que rapidamente se paga com os recursos captados.
Linha

Este é um conteúdo Copyleft (ↄ). Você pode reproduzir esse e qualquer outro conteúdo de nosso blog e compartilhar em diferentes mídias (online, jornal, etc), bastando citar a fonte e um link para a o Blog Idealista.

Idealist.org - Encontre um empregoConecte-se com organizações sem fins lucrativosConstrua um mundo melhor!

Gostou do conteúdo? Inscreva-se abaixo e compartilhe em suas redes sociais

Empreendedor, filantropo e escritor, é fundador e ex-presidente da ABCR. Autor de diversos livros. Criador do Selo Doar, do Prêmio Melhores ONGs, do Instituto Doar, do #diadedoar e de diversas iniciativas sociais. Capacitou e mentorou milhares de pessoas no Brasil e América Latina. É sócio diretor da Certificadora Social.